25.5 C
Brasília
25.5 C
Brasília
quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img

Presidente do Banco Central prevê fim dos apps de bancos com a chegada do Open Finance

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse que o Open Finance deve acabar com a necessidade de os usuários terem aplicativos de diversos bancos brasileiros.

“Em até um ano e meio, dois anos, não terá mais app de Bradesco, Itaú. Será um app agregador que, pelo Open Finance, vai dar acesso a todas as contas”, disse Campos Neto em evento em Chicago.

Segundo ele, a aceitação dos brasileiros ao Open Finance foi rápida, com algo entre 50 milhões e 60 milhões de pessoas aderindo ao sistema mesmo antes de ter acesso aos benefícios da inovação.

“Open Finance gera portabilidade e comparabilidade em tempo real. O nosso é o mais amplo e programável do mundo”, afirmou Campos Neto.

A ideia do BC é expandir o Open Finance para mais produtos, incluindo seguros. Campos Neto também observou que, no futuro, haverá competição não só pelo produto, mas também pelo canal.

Campos Neto afirmou ainda que o Pix, ferramenta de pagamentos instantâneos, teria falhado se tivesse tido a função apenas de substituir TED e DOC.

“Se o Pix só substituísse TED e DOC, teríamos falhado. Hoje, os bancos estão superempolgados em fazer mais coisas no Pix”, disse Campos Neto.

O presidente do BC também comentou o processo de lançamento do Pix, que foi acelerado em resposta à pandemia de COVID-19.

“Eu disse que precisava em seis meses. A primeira data era para o fim de 2024”, lembrou Campos Neto.

Por fim, Campos Neto ressaltou que a agenda da inovação do BC é um trabalho de equipe e que vai continuar mesmo após o fim do seu mandato.

Fonte: Gazeta Brasil

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes