21.5 C
Brasília
21.5 C
Brasília
domingo, julho 14, 2024
spot_img

BB Seguridade lucra R$ 1,8 bilhão no 2° trimestre, alta anual de 30,9%

Resultado financeiro consolidado chegou a R$ 376,1 milhões no período de abril a junho, 126% superior ao registrado em mesmo período de 2022.

A BB Seguridade encerrou o segundo trimestre de 2023 com lucro líquido de R$ 1,84 bilhão, o que representa um crescimento de 30,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os números estão em linha com as normas contábeis do CPC 11 (IFRS 4). Considerando as alterações trazidas pelo conjunto de normas CPC 50 (IFRS 17), o lucro no segundo trimestre seria de R$ 1,89 bilhão.

O resultado financeiro consolidado chegou a R$ 376,1 milhões no período de abril a junho, 126% superior ao registrado no segundo trimestre do ano anterior

O aumento foi influenciado por alguns fatores como a redução do custo do passivo atrelado aos planos de previdência de benefício definido, o fechamento da estrutura a termo de juros futuros, a alta da taxa Selic e a expansão do saldo médio de ativos financeiros, segundo a holding controlada pelo Banco do Brasil (BB).

Os prêmios emitidos em seguros cresceram 1,8%, também em comparação ao segundo trimestre de 2022, para R$ 3,94 bilhões. O resultado foi atribuído pela administração da companhia ao “bom desempenho comercial do seguro prestamista, que expandiu 27,7% no comparativo, diante do aumento na penetração e retração do cancelamento”.

Na previdência privada, a captação líquida chegou a R$ 274 milhões, ante resgate líquido de R$ 273 milhões no segundo trimestre do ano passado. Já as contribuições para os planos de previdência cresceram 4,9% na mesma base de comparação, para R$ 12,3 bilhões.

Em capitalização, a arrecadação teve alta de 35,3% puxada pelo maior volume de vendas de títulos de pagamento único.

No segmento corretagem, as receitas cresceram 12,2% “com bom desempenho comercial e reconhecimento de comissões diferidas de seguros, com destaque para rural e prestamista”, conforme o relatório da administração da companhia.

Semestre

O lucro líquido da BB Seguridade no primeiro semestre de 2023 atingiu recorde, segundo a administração da companhia, chegando a R$ 3,7 bilhões. O crescimento foi impulsionado pelo “desempenho comercial em seguros, previdência e capitalização, melhora da sinistralidade e crescimento do resultado financeiro”, segundo comunicado enviado a jornalista.

O resultado operacional gerencial, líquido de imposto, avançou 32% ante o registrado na primeira metade de 2022, o que, segundo a companhia, explica a maior parte do crescimento do lucro. No período, houve retração da sinistralidade do seguro agrícola e evolução das vendas dos seguros prestamista e rural, além das captações em previdência e capital.

O resultado financeiro gerencial consolidado, líquido de impostos, da BB Seguridade e de suas investidas subiu 79,2% no primeiro semestre, para R$ 714,3 milhões.

“Alguns dos principais fatores que contribuíram com esse aumento foram a deflação do IGP-M, que reduziu o custo do passivo dos planos de benefício definido, e, pelo lado da receita, o aumento da taxa de retorno das aplicações e a expansão do saldo médio de ativos financeiros”, diz a empresa.

Entre os destaques do período, a BB Seguridade aponta o avanço de 16% no volume de prêmios emitidos no segmento de seguros, para R$ 7,7 bilhões. O número superou as previsões feitas pela própria empresa.

Em previdência, as contribuições aumentaram 9,5% no semestre, para R$ 27 bilhões. A captação líquida chegou a R$ 2,2 bilhõesm ante resgate líquido de R$ 748 milhões no primeiro semestre do ano anterior.

Em capitalização, a arrecadação com títulos cresceu 18,4%, ultrapassando os R$ 3 bilhões, devido ao aumento das vendas de títulos de pagamento único e à expansão da base de títulos de pagamento mensal.

Dividendos

A BB Seguridade vai distribuir aos acionistas R$ 3,21 bilhões em dividendos. O pagamento está programado para 28 de agosto.

O valor é referente aos resultados do primeiro semestre de 2023 com acréscimo dos dividendos prescritos referentes ao segundo semestre de 2019.

Terão direito aos proventos os acionistas com posição em 16 de agosto. A partir de 17 de agosto, as ações serão negociadas “ex-dividendos”.

Segundo a administração da BB Seguridade, o valor dos dividendos por ação — estimados em R$ 1,60 — poderá sofrer alteração até a data do pagamento em decorrência de eventual recompra de papéis.

Fonte: Valor Ecônomico

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes