23.5 C
Brasília
23.5 C
Brasília
quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img

Máquinas agrícolas passam por revolução tecnológica

Fabricantes intensificam o desenvolvimento de equipamentos autônomos, de grande potência e que cumprem múltiplas funções

O presidente mundial da AGCO, Eric Hansotia, acredita que, nos próximos dez anos, a indústria de máquinas agrícolas vai passar pela maior revolução da sua história. Nesse período, as fabricantes deverão intensificar a criação de equipamentos que não só aumentem a produtividade das lavouras como utilizem combustíveis renováveis.

A avaliação é de Hansotia, mas outros executivos do segmento fazem leitura parecida. Todas as grandes fabricantes têm previsto um futuro com equipamentos autônomos, conectividade em tempo real, mais eficiência e robustez e menos emissão de poluentes.

As perspectivas são de evolução tecnológica, mas, no caso do Brasil, a falta de acesso à internet nas zonas rurais e o alto preço das máquinas que devem chegar ao mercado continuam a ser entraves para a disseminação dessas tecnologias. “O produtor paga apenas se tiver garantia de que as máquinas têm robustez. Afinal, temos locais com três safras dentro de uma”, diz o consultor de mercado Carlos Cogo. O levantamento cada vez mais minucioso de dados é outro fator de preocupação dos produtores, já que 69% das fazendas brasileiras não têm acesso à internet.

Em laboratórios e fábricas do mundo todo, o esforço por inovação é constante. A seguir, conheça alguns exemplos de superequipamentos que são protagonistas da transformação tecnológica no campo.

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes