21.5 C
Brasília
21.5 C
Brasília
domingo, julho 14, 2024
spot_img

Análise de suplementação de R$ 500 milhões para seguro rural é adiada

A reunião da Junta de Execução Orçamentária (JEO) que deverá analisar o pedido de suplementação de R$ 500 milhões para o seguro rural será realizada apenas na próxima terça-feira (19/12). Antes, havia uma previsão de que o encontro ocorresse nesta sexta-feira (15/12).

A demora na aprovação do recurso extra – que já foi negado ao menos duas vezes neste ano – causa preocupação no setor por conta do curto espaço de tempo que o Ministério da Agricultura terá para pagar a subvenção às apólices, caso a suplementação seja avalizada pela JEO.

Se o aporte for aprovado, levará alguns dias para o dinheiro chegar ao caixa do ministério. O prazo para execução do orçamento se encerra em 29 de dezembro, último dia útil do mês. No meio disso, haverá o feriado de Natal.

A equipe do ministro Carlos Fávaro segue confiante na aprovação do recurso extra na próxima semana e na capacidade de aplicação total do dinheiro.

Nessa quinta-feira (14/12), a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg) informou que as seguradoras já comercializaram apólices que demandam a subvenção adicional de mais de R$ 400 milhões pelo governo federal para o seguro rural.

Recentemente, a pedido das seguradoras, o ministério abriu o sistema para recebimento das propostas de apólices na tentativa de facilitar a análise e liberação ágil dos recursos caso a suplementação seja aprovada.

Em caso de negativa da JEO, grupo formado pelos ministros da Fazenda, Fernando Haddad, do Planejamento, Simone Tebet, e da Casa Civil, Rui Costa, os produtores terão que pagar o prêmio total das apólices, sem a subvenção do governo. Algumas poderão ser canceladas, considera uma fonte, deixando os agricultores sem a proteção do seguro rural em uma safra marcada por adversidades climáticas.

Fonte: GloboRural

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes