25.5 C
Brasília
25.5 C
Brasília
terça-feira, julho 16, 2024
spot_img

El Niño vai ficar mais forte no Brasil nos próximos meses

Previsão indica que fenômeno continuará atuando no país nos próximos meses, com chuvas intensas no Sul e seca no Norte

A base dessa informação é o terceiro boletim sobre o fenômeno climático publicado neste ano pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), onde estão destacadas as condições observadas desde junho.
O fenômeno se manifesta com águas quentes no Pacífico Equatorial, superiores a 3 °C, especialmente na região Sul do Brasil, causando chuvas intensas e inundações.

Em outubro, as anomalias de precipitação no Sul foram superiores a 300 mm, atingindo Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul. Em novembro, até agora, os maiores volumes foram registrados no mesmo eixo.

Na região Norte, o El Niño provoca seca, impactando navegação, agricultura e geração de energia.

A previsão indica que o El Niño persistirá, trazendo chuvas intensas no Sul e seca no Norte nas próximas semanas.

Até 14 de dezembro, áreas do Sul e Sudeste experimentarão condições mais úmidas, enquanto o restante do país, especialmente a Amazônia, enfrentará condições mais secas.

A influência do El Niño aumentará os níveis de água no solo no Sul, porém, outras regiões enfrentarão agravamento do déficit hídrico.

É o caso de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e sudoeste de São Paulo, onde a irregularidade das chuvas manterá os níveis mais baixos. Essa condição pode agravar o déficit hídrico nessas regiões.

Fonte: Canal Rural

 

 

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes