21.5 C
Brasília
21.5 C
Brasília
domingo, julho 14, 2024
spot_img

8 curiosidades sobre a Agricultura brasileira que vão te surpreender!

Muito provavelmente você já ouviu falar sobre o potencial agrícola do Brasil e como nosso país é um dos maiores expoentes do agronegócio.

Isso tudo é uma verdade que é comprovada tanto pelo nosso PIB quanto pelo tamanho do território usado para agricultura e pecuária.

Mas por trás deste cenário econômico existem alguns dados e fatos bem interessantes, que queremos compartilhar com você.

Conheça 8 curiosidades sobre a agricultura brasileira e saiba mais sobre como nosso país se tornou (e continua sendo) uma imensa potência agrícola. Boa leitura!

1. Um quarto do PIB brasileiro vem do agronegócio

De acordo com o CEPEA (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), o agro representa cerca de 25% de todo o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

O dado é bastante espantoso e demonstra a força da agricultura e da pecuária por aqui, ainda mais se pensarmos que o PIB brasileiro é algo em torno de 1,6 trilhão de dólares (2021).

No Mato Grosso – um dos estados mais ativos no agronegócio –  pouco mais de 50% do PIB é movimentado pelo agronegócio. 

Em outras unidades federativas marcadas pela atividade agrícola, como o Paraná, cerca de 33% do PIB vem do campo.

2. Segundo o IBGE, 2% do PIB está “da porteira para dentro”

Diferente da análise do CEPEA, que leva em consideração a atividade industrial que envolve o agronegócio, o IBGE segue uma classificação que divide o PIB de acordo com o CNAE (Cadastro Nacional de Atividades Econômicas).

Nessa metodologia, é possível identificar quanto do nosso PIB está, de fato, atrelado ao campo, seja no cultivo de vegetais ou na criação de animais.

A última análise aponta que 2% do Produto Interno Bruto está “dentro da porteira” das fazendas, sítios e pequenas propriedades rurais de nosso país.

3. Somente 2,5% dos brasileiros trabalham no campo

Nosso país é imenso e possui uma das maiores populações do mundo.

Ao todo, são mais de 220 milhões de pessoas nascidas por aqui, contudo, somente 2,5% dos brasileiros atuam como produtor rural.

Esse dado é bastante espantoso quando analisamos que 5,5 milhões de pessoas são capazes de produzir mais de um quarto do nosso PIB!

4. Agro movimenta 20% do mercado de trabalho

Essa curiosidade da agricultura brasileira que é complementar à anterior.

Cerca de 2,5% da nossa população atua como produtor rural, certo?

Porém, nem todo trabalhador do campo é produtor.

Existem diversas pessoas que atuam no setor, mas não necessariamente como responsáveis pela produção.

Ao analisar esse cenário, vemos que 20% do mercado de trabalho se ocupa com atividades ligadas ao agronegócio.

5. Agricultura familiar é uma máquina de gerar empregos

Cerca de 77% dos empregos do agronegócio são gerados pela agricultura familiar, ou seja, pelas pequenas e médias propriedades que são tocadas por núcleos familiares.

Na verdade, não é só o Brasil que apresenta este cenário.

Segundo a Organização das Nações Unidas, em toda a América Latina a agricultura familiar movimenta boa parte dos empregos do agro.

6. Brasil está no top 5 dos maiores produtores de grãos

Nosso país é o quarto maior produtor de grãos do planeta terra!

Apenas EUA, Índia e China – outros países de grandes dimensões territoriais – estão na nossa frente.

A produção brasileira representa 7,8% de todo o mercado de grãos do mundo.

Dentro da categoria dos grãos entram a soja – a maior representante desse grupo – milho, ervilha, grão de bico, lentilha e todas as variedades de feijão.

7. Somos o país que mais exporta carne e mais produz laranjas, açúcar e café

Dos nossos currais e lavouras saem duas lideranças de rankings mundiais. O Brasil é responsável pelo maior índice de exportação de carne bovina, cerca de 23% do mercado mundial.

Esse número faz de nosso país o maior exportador do mercado mundial, movimentando algo em torno de 2,75 milhões de toneladas de carne.

Em termos de produção, somos os maiores produtores de laranja, suco de laranja, açúcar e café!

8. Projeção de domínio mundial

O Brasil é reconhecido como uma potência agrícola faz tempo, contudo, cada vez mais fica evidente que nossos produtos vindos do campo estão se espalhando por todo mundo.

Essa realidade fez com que o Ministério da Agricultura criasse uma meta bastante ousada, mas que pode sim ser atingida:

Até 2030, um terço de todos os produtos agrícolas vendidos mundo afora venham de terras brasileiras. 

Como começou a agricultura no Brasil

Para começar, vale lembrar que nosso país teve como uma de suas primeiras atividades econômicas o extrativismo, ou seja, o uso de produtos originários da terra, como o pau-brasil.

Porém, após o surgimento das famosas capitanias hereditárias começam a aparecer as primeiras lavouras de maior porte.

Daí em diante surgem os ciclos agrícolas.

Primeiro veio o ciclo da cana-de-açúcar. 

Em seguida, após o boom da mineração, aconteceu o ciclo do algodão, que surgiu na esteira da revolução industrial e o crescimento da indústria têxtil.

No final do século XIX começa o ciclo do café na região sudeste – sendo um dos principais motores da economia moderna de nosso país – já na segunda metade do século XIX começa também o ciclo da borracha no norte do país.

Após os ciclos, a agricultura brasileira começa a seguir rumos mais plurais.

A cana-de-açúcar volta com tudo – dessa vez focando na produção de etanol – e as lavouras de grãos passam a se tornar cada vez mais presentes na região Centro Oeste e Sul.

10 principais culturas do Brasil

De acordo com estatísticas e levantamentos feitos pelos órgãos competentes e pelo Ministério da Agricultura, o Brasil se destaca pela produção das seguintes commodities:

Cana-de-açúcar

O cultivo da cana-de-açúcar se mistura com a história do nosso país. Presente desde o século XVI em terras brasileiras, a planta é cultivada em larga escala para abastecer a produção de açúcar e etanol.

Milho

Nosso país é o terceiro maior produtor de milho, que é usado tanto para a produção de alimentos para humanos quanto para a criação de animais, sendo que o grão é muito utilizado na formulação de rações.

Algodão

O Brasil é o quinto maior produtor de algodão do mundo, sendo que 35 milhões de hectares de terra são destinados a essa cultura.

Café

Brasileiro é apaixonado por café, e isso se deve muito ao nosso histórico de produção do fruto. Presente por aqui desde meados do século XVIII, o “ouro negro” segue forte em nossas terras, especialmente no sudeste.

Laranja

Os laranjais brasileiros seguem sendo os mais produtivos do mundo, sendo que quase um terço de todas as laranjas cultivadas no mundo saem de nosso país.

Soja

O Brasil é o segundo maior produtor de soja, que é usado na formulação de rações e na produção de alimentos para consumo humano, desde sucos até o tradicional óleo.

Outras culturas de destaque

Além das citadas, o Brasil também apresenta produção significativa das seguintes espécies:

  1. Tabaco;
  2. Arroz;
  3. Mandioca;
  4. Cacau.

3 tendências para o futuro da agricultura brasileira

Apesar de ser um setor muito tradicional e até mesmo histórico, a agricultura segue inovando e trazendo novidades. Vamos conhecer melhor 3 pontos importantes?

1. Nanotecnologia

A nanotecnologia foca na manipulação da matéria em níveis microscópicos e até mesmo moleculares!

Junto com as pesquisas genéticas, ela tem alto potencial de revolucionar a forma como aproveitamos os produtos agrícolas e cultivamos alimentos.

2. Agricultura digital

As inovações digitais, o uso da internet e o poder dos dispositivos inteligentes chegou com tudo no campo.

3. O agro e a tecnologia

Não tem jeito, a tecnologia é sinônimo de tendência na agricultura. 

Além da nanotecnologia e os avanços digitais, existem melhorias ocorrendo nos maquinários, na indústria de fertilizantes, nos estudos genéticos e muito mais.

Fonte: Blog EquipaCenter

Quer receber notícias no seu celular? Participe do nosso grupo do WhatsApp clicando aqui.

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes