25.5 C
Brasília
25.5 C
Brasília
terça-feira, julho 16, 2024
spot_img

Ministro Carlos Fávaro exalta trabalho das cooperativas de produção em Show Rural

Nesta quarta-feira (7), o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, participou 36° edição do Show Rural Coopavel, realizado em Cascavel (PR). Na ocasião, evidenciou o trabalho desenvolvido pelas cooperativas de produção e ressaltou o papel fundamental do cooperativismo para fomentar a competitividade no agronegócio.  

“Estamos aqui no Paraná, o berço do cooperativismo no Brasil, assim como em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. É um sistema tão perfeito que dá oportunidade para o pequeno e médio produtor e produtora ter competitividade em grande escala”, destacou Fávaro. “Exige das cooperativas preços mais acessíveis, vendas mais qualificadas, serviços de qualidade e, por outro lado, exige também resultados financeiros. Faz crescer a economia e gera empregos”, completou. 

Fávaro também relembrou que neste mês o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou medidas com foco em melhorar condições de apoio ao setor agropecuário e às cooperativas de crédito. “Lançamos uma linha de crédito para os associados de todas as cooperativas brasileira. São 100 mil reais de limite anual, com juros de menos de 8% ao ano e podendo ter de 12 a 15 anos para amortizar. É o governo do presidente Lula deixando clara a importância do cooperativismo no país”, reforçou o ministro. 

Com 720 mil m², o Show Rural Coopavel é o maior evento da América Latina. A feira conta com 600 empresas expositoras do mundo e marcas dos principais segmentos do agronegócio. Segundo a organização do evento, é esperado que mais de 350 mil pessoas participem visitando estandes de pesquisadores e profissionais e conhecendo a mais novas tecnologias da atualidade. 

Presidente da Coopavel, Dilvo Grolli ressaltou como o cooperativismo está presente no Brasil, sobretudo no Paraná, que contabiliza 235 cooperativas do total de 4.325 espalhadas pelo país. “O cooperativismo é muito forte no Brasil. Não obstante o sistema cooperativista, o Paraná tem 140 agroindústrias que beneficiam esses produtos e está agregando valor no peixe, no frango, carne suína e leite”, disse. Para Grolli, o sistema no estado tem uma missão de não só atender a produção de grãos, mas também a transformação agregando valor da propriedade até os outros setores que move a economia. 

NOVAS TECNOLOGIAS 

Durante o evento também ocorreu o lançamento de tecnologias da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). São tecnologias de 11 centros de pesquisa da Embrapa, disponíveis na Casa da Embrapa, na Vitrine de Tecnologias, na Unidade Didática Agroecológica e no Show Rural Digital. Entre elas, é possível conhecer tecnologias sobre as culturas da soja, milho, sorgo, feijão, forrageiras, mandioca, manejo do solo, inoculação, agricultura de baixo carbono, e mais. 

“Além de ser muito gratificante estar no Show Rural Coopavel junto com o ministro Fávaro, comemorando 20 anos da vitrine agroecológica, ficamos muito felizes em lançar várias tecnologias para as culturas de soja e milho e bioprodutos. Aqui tem sido um momento de troca de experiências com os produtores rurais, enfatizando a importância da Embrapa e das parcerias público e privadas” disse a presidente da Embrapa, Silvia Massruhá.  

“De todas as revoluções positivas que vemos no mundo nos últimos anos, não podemos esquecer que, aqui no Brasil, fizemos uma das mais importantes, que foi a revolução da tecnologia agrícola por meio da Embrapa. Hoje, os lançamentos realizados aqui, já chegam aos produtores com a certeza de ser um produto fruto de pesquisa, ciência e muita qualidade técnica. E é isso que revoluciona a produção de alimentos no Brasil e no mundo”, destacou o ministro Carlos Fávaro. 

Dentre os lançamentos, está a cultivar BRS 1064IPRO, um tipo de soja com alta tecnologia para as regiões produtoras dos Estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul. A cultivar apresenta ampla janela de semeadura e de adaptação, e registra ótimo desempenho também na abertura de plantio, bom para produtores de milho segunda safra. Apresentando estabilidade de produção, resistência ao acamamento, tipo de crescimento indeterminado e ciclo precoce, outro tipo de soja foi lançado. A cultivar BRS 1056IPRO tem superado os rendimentos das melhores cultivares. 

BRS FS313 é uma cultivar de feijão comum tipo jalo que se destaca pelos grãos graúdos, com produtividade superior às cultivares deste grupo disponíveis no mercado. As características agronômicas desta cultivar, aliada à qualidade dos grãos, tornam a nova tipagem uma alternativa para produtores que buscam cultivares diferenciadas e com alto valor agregado. Por fim, a Embrapa lançou um bioproduto com ação na fixação de nitrogênio e na promoção de crescimento de plantas. A inoculação de sementes de soja é a principal aplicação a que se destina o ativo tecnológico. 

Fonte: MAPA

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes