23.5 C
Brasília
23.5 C
Brasília
quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img

Agronegócio faz investida por mudanças na reforma tributária

Aprosoja-MT afirma que o texto atual pode ‘inviabilizar a agricultura brasileira’

O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Fernando Cadore, afirmou que o texto atual da reforma tributária pode “inviabilizar a agricultura brasileira” e “acabar com o pequeno produtor”. Nessa semana, o setor produtivo voltou à carga contra alterações feitas pelo Senado.

A entidade quer que a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) coloque um “freio de arrumação” na proposta e que ela não seja votada às pressas neste fim de ano.

“É sabido que a reforma do jeito que está, sem uma análise de impacto, pode inviabilizar o produtor rural brasileiro, principalmente o pequeno produtor”, disse Cadore em vídeo divulgado nesta quinta-feira (7/12). Segundo ele, o texto foi “piorado” no Senado e não pode ser votado sem uma discussão mais criteriosa da Câmara. “Pedimos encarecidamente à FPA que reveja, que coloque um freio de arrumação para que a gente não tenha pressa para aprovar uma lei que pode inviabilizar a nossa agricultura”, completou.

A preocupação é com pontos que podem gerar aumento de carga tributária para o campo e com a possibilidade de transferência de recursos de Mato Grosso para Estados mais populosos.

“A PEC transfere a arrecadação de Mato Grosso e dos Estados da Amazônia Legal para os grandes centros, prejudicando a capacidade desses Estados de prestarem serviços públicos no futuro para os cidadãos”, disse a Aprosoja-MT.

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes