21.5 C
Brasília
21.5 C
Brasília
domingo, julho 14, 2024
spot_img

Ministro das Comunicações estuda linha de crédito para expandir internet no campo

Baixa densidade populacional é um dos desafios para expansão da internet em áreas rurais

O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, afirmou nesta quinta-feira (26/10) que está em debate a criação de uma linha de crédito específica, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para a expansão da rede de conectividade à internet para o campo no conselho gestor do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust).

“Há um volume de recursos no Fust gerido pelo operador de crédito, que é o BNDES, com taxas referenciais baixas para a expansão de rede. Buscamos construir alguma linha específica no BNDES para a expansão de rede no agro, para levar conectividade a regiões produtoras do nosso país. Sabemos que isso vai gerar impacto imediato na economia do país”, disse o ministro a jornalistas após evento na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) sobre conectividade rural.

Juscelino Filho disse que vários projetos em andamento na Pasta vão ajudar a expandir a conectividade em áreas rurais e remotas. Ele citou a recém-lançada Estratégia Nacional das Escolas Conectadas, que contará com investimentos do PAC para conectar todas os colégios públicos do país. Desses, mais de 50 mil estão em zonas rurais.

“Vai chegar infraestrutura nessas comunidades para conectar com banda larga as escolas, os postos de saúde. Essa infraestrutura é a mesma que vai servir para conectar a comunidade, as propriedades rurais mais próximas, vai expandindo a rede no país”, afirmou.

“Os desafios estão nessas regiões rurais pela baixa densidade populacional. São lugares onde as operadoras não foram porque não fecha a conta, e é onde o poder público tem que estruturar projetos para que a gente possa levar essa cobertura”, completou.

Ele disse ainda que parte dos recursos arrecadados com o leilão do 5G no país – 90% dos R$ 47,2 bilhões serão reinvestidos no setor de telecomunicações – será aplicada em projetos que atenderão as áreas rurais.

Segundo o ministro, a expansão da cobertura de internet nas rodovias do país, cujo investimento também está previsto no PAC, vai possibilitar maior competitividade ao agronegócio. “Com a cobertura das estradas, melhorará sensivelmente a logística de toda produção”, disse no evento da CNA.

Juscelino Filho citou ainda uma parceria com o Ministério de Minas e Energia para a construção da Política Nacional de Compartilhamento de Postes, com o objetivo de interiorizar o acesso à internet de banda larga. “Estamos tentando articular para sair uma política para facilitar a expansão de infraestrutura, utilizar essa rede para chegar nas regiões com baixo custo”.

Fonte: Globo Rural

 

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes