23.5 C
Brasília
23.5 C
Brasília
quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img

Quem é Carlos Antônio Vieira, o novo presidente da Caixa Econômica Federal

A mudança no comando da Caixa faz parte do acordo do governo com presidente da Câmara dos Deputado, Arthur Lira, para ampliar a base aliada no Congresso.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) demitiu Rita Serrano da Caixa Econômica Federal e nomeou Carlos Antônio Vieira Fernandes como o novo presidente do banco público. A mudança era aventada desde julho e faz parte do acordo do governo com presidente da Câmara dos Deputado, Arthur Lira, para ampliar a base aliada no Congresso.

Vieira é economista, servidor de carreira da Caixa, ex-presidente do Funcef, fundo de pensão dos funcionários da Caixa, e ex-secretário-executivo do Ministério das Cidades durante o governo Dilma Rousseff na gestão de Gilberto Occhi, nome ligado ao PP. Também atuou na pasta durante a gestão do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). A EXAME apurou que, no governo, a avaliação é que Vieira acumula experiência política na Esplanada dos Ministérios.

Em nota, o governo afirma que o economista dará “continuidade ao trabalho da Caixa Econômica Federal na oferta de crédito na nossa economia e na execução de políticas públicas em diversas áreas sociais, culturais e esportivas”.

Agenda econômica lenta

A troca acontece em um momento de paralisia da agenda econômica do governo no Congresso. A votação da taxação dos fundos exclusivos e offshores foi adiada seguidas vezes nas últimas semanas. O projeto é prioritário para o Ministério da Fazenda, que tenta zerar o déficit nas contas públicas em 2024 e quer levantar R$ 20 bilhões com essas medidas em 2024. Com a mudança no banco, e indicação de Lira, as pautas devem destravar.

Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, em setembro, Lira afirmou que nomes do centrão seriam indicados para o comando da Caixa. Na ocasião, ele disse que o acordo fazia parte da composição realizada pelo governo para fortalecer sua base aliada no Congresso. Ao jornal, o presidente da Câmara afirmou que as indicações políticas para o comando do banco não podem ser criminalizadas por si só.

Demissão de Serrano

A demissão de Rita Serrano foi anunciada junto com a nomeação do novo presidente. Em nota, o Palácio do Planalto afirma que Lula agradeceu o trabalho e dedicação de Serrano no exercício do cargo. “Serrano cumpriu na sua gestão uma missão importante de recuperação da gestão e cultura interna da Caixa Econômica Federal, com a valorização do corpo de funcionários e retomada do papel do banco em diversas políticas sociais, ao mesmo tempo aumentando sua eficiência e rentabilidade, ampliando os financiamentos para habitação, infraestrutura e agronegócio”, escreveu o governo. Em quase 10 meses de gestão, Serrano inaugurou 74 salas de atendimento para prefeitos em todo o país.

Fonte: Exame

Relacionados

Deixe uma resposta

- Publicidade -spot_img

Recentes